8 melhores países para estudar inglês no exterior

8 melhores países para estudar inglês no exterior

Post escrito por: Nós na Gringa

Estudar inglês no exterior é uma das melhores formas de aprimorar seu domínio do idioma. Você sabia que, a cada ano, mais e mais brasileiros buscam esse tipo de experiência?

Segundo uma pesquisa da Belta (Brazilian Educational & Language Travel Association), 30,5% dos jovens no nosso país têm vontade de fazer um intercâmbio de inglês e trabalho. Além disso, 20,1% dos entrevistados desejam simplesmente estudar o idioma em um país estrangeiro.

Ficou interessado em fazer o mesmo? Nesse post mostramos a você quais são os 8 principais destinos para estudar inglês no exterior. Em alguns deles, você também tem a chance de trabalhar e garantir uma renda enquanto vive a experiência do intercâmbio e se torna fluente na língua.

Continue com a gente para conferir!

Países para estudar inglês no exterior e trabalhar ao mesmo tempo

Infelizmente não são todos os países de língua inglesa que permitem programas de intercâmbio de Estudo e Trabalho. Ainda assim existem ótimas opções de destinos, conforme mostramos a seguir.

Se você quiser informações mais detalhadas sobre as exigências e direitos dos vistos para esses destinos, pode conferir o post sobre os 3 países para estudar inglês e trabalhar no exterior, no blog Nós na Gringa.

Austrália

A procura por brasileiros para fazer intercâmbio na terra dos cangurus aumenta a cada dia. Os motivos parecem bem simples de entender: alta qualidade de vida, praias exuberantes, povo "easy going" e clima tropical.

Para muita gente, esses motivos fazem com que o maior país da Oceania chegue próximo da perfeição. Mas não é só isso que chama a atenção por lá. Segundo diversos levantamentos, algumas das melhores cidades do mundo para se viver são australianas.

Pontos fortes:

  1. Alta oferta de empregos;
  2. Clima agradável, parecido com o Brasil;
  3. Possibilidade de fazer turismo na Nova Zelândia e no sudeste asiático (Tailândia, Indonésia, Filipinas etc.).

Irlanda

É considerada a "Meca" dos intercambistas brasileiros, recebendo muita gente para o estudo da língua inglesa. A integração à cultura se torna mais simples graças à hospitalidade dos irlandeses. As cidades contam com muitos pubs e baladas. Já o interior irlandês é conhecido por suas belezas naturais.

Embora seja bastante nublada (assim como a Inglaterra), é uma ótima conexão a diversos países da Europa, para onde é muito fácil viajar — mesmo que nos finais de semana.

Pontos fortes:

  1. É o país mais barato entre os destinos de intercâmbio de Estudo e Trabalho;
  2. Facilidade de viajar por toda a Europa, principalmente pela companhia aérea de baixo custo Ryanair, que é irlandesa;
  3. Pouca burocracia para o visto em comparação com outros países que permitem programas de Estudo e Trabalho.

Nova Zelândia

Quem nunca sonhou em conhecer o vilarejo dos Hobbits? Ou em sentir muita adrenalina no país considerado a casa dos esportes radicais? A Nova Zelândia tem tudo isso e muito mais. Como, por exemplo, um dos maiores salários do mundo e altas taxas de qualidade de vida.

Um dos pontos fortes do país é o equilíbrio entre a cultura europeia e a indígena. O maori, inclusive, é língua oficial juntamente com o inglês. Essa integração faz com que o povo neozelandês seja muito amigável e hospitaleiro, tornando a experiência de um intercâmbio algo inesquecível.

Pontos fortes:

  1. Boa oferta de empregos;
  2. Alta variedade de climas, paisagens e atividades de lazer;
  3. Boas possibilidades para obter residência no futuro.

Destinos para estudar inglês e fazer turismo

Os países a seguir não permitem que o intercambista trabalhe enquanto faz um curso de inglês. Porém, também são excelentes destinos para mergulhar em uma viagem cultural, praticar o idioma e viver experiências que ficarão marcadas para sempre.

Tem opções para todos os gostos e para todos os bolsos. Olha só!

África do Sul

Mesmo possuindo 11 idiomas oficiais, o inglês é um deles - é falado pela população em geral. Logo, é possível, sim, fazer um intercâmbio de inglês na África do Sul. É um país mais barato do que as opções mais óbvias para estudar a língua, como Inglaterra ou Estados Unidos.

A moeda local é o rand, que é desvalorizada em relação ao real. Esse fator, somado ao baixo custo de vida do país, ajuda a tornar o intercâmbio bem mais em conta. O clima é similar ao do Brasil e as paisagens e belezas naturais são de tirar o fôlego!

Pontos fortes:

  1. Baixo custo;
  2. Bom mix entre vida urbana (com grandes cidades) e atrações naturais;
  3. Possibilidade de conhecer outros países africanos e se aproximar da fauna e flora exóticas.

Canadá

O Canadá traz a perfeita combinação entre natureza e cidade. A mescla entre a cultura inglesa e francesa também encanta quem opta por estudar lá. Esportes radicais, na neve e aquáticos são só algumas das opções de aventura.

Por outro lado, as cidades são cosmopolitas e cercadas de pubs, casas noturnas e diferentes tipos de festivais. Essas são apenas algumas das razões pelas quais o Canadá é o terceiro destino mais procurado entre os brasileiros para fazer intercâmbio.

Pontos fortes:

  1. Bilinguismo: por mais que você vá com o intuito de estudar inglês, também é possível aprender um pouco da língua e cultura francesa — muito presente no dia a dia;
  2. Diversidade: é um país formado por imigrantes. Logo, a aceitação e tolerância racial dos canadenses é algo motivador;
  3. Segurança: uma das mais baixas taxas de desastres naturais, crimes e acidentes de carro do mundo.

Estados Unidos

Sem dúvida é um dos primeiros destinos que passa na cabeça dos brasileiros quando se trata de aprender a língua mais importante do mundo. Afinal, o inglês americano é justamente a variação que costuma ser ensinada no Brasil.

A grande influência musical e cinematográfica estadunidense também faz com que muitos brasileiros sonhem em morar por lá. Já pensou viver na pele a cultura americana que você sempre viu nas telas?

Fazer intercâmbio nos Estados Unidos significa poder escolher entre diversas cidades e climas, uma vez que o país é enorme e oferece desde climas mais tropicais, como na Califórnia, até destinos mais cosmopolitas, como Nova Iorque e Chicago.

Pontos fortes:

  1. Diversão para absolutamente todos os gostos. Da neve às praias, das metrópoles às grandes reservas naturais;
  2. Boa qualidade de vida e alto número de oportunidades;
  3. É a principal economia do mundo, sendo um ótimo país para absorver conhecimentos e referências sobre os mais diversos assuntos profissionais.

Malta

Fazer intercâmbio em uma ilha ensolarada no meio do Mediterrâneo é tentador, certo? Malta é uma excelente opção para quem deseja estudar inglês (sim, o inglês e o maltês são as línguas oficiais) na Europa, mas sem pagar tão caro. A procura dos brasileiros por Malta também tem crescido bastante nos últimos tempos.

O país é lindo, com arquitetura rica e praias paradisíacas. É um destino ideal para quem quer conciliar estudo, vida noturna, diversão e boas doses de sol. Outro ponto interessante é que a partir de lá é possível viajar pela Europa e conhecer vários outros destinos.

Pontos fortes:

  1. É um dos países mais paradisíacos da Europa, com praias, muito sol e pouca incidência de chuva;
  2. Tem um equilíbrio único entre belezas naturais, história e arquitetura riquíssima;
  3. Ótimo destino para quem gosta da vida noturna.

Inglaterra

O berço da língua inglesa sempre será um dos principais destinos para quem deseja aprender o idioma. Essa é uma das opções ideais para mergulhar com tudo na cultura, principalmente em cidades grandes, como Liverpool, ou a internacional e eterna Londres.

Entretanto, há que se considerar que os custos na terra da rainha estão entre os mais altos do mundo, o que pode encarecer a vivência no país. Além disso, não vá para lá esperando encontrar muito sol – os dias nublados são bem comuns no país.

Pontos fortes:

  1. O país é rico em história, com direito a muitos castelos medievais;
  2. É a terra natal de grandes artistas, como os Rolling Stones e Beatles. Conta com muitos festivais de música e inúmeras opções de bares e baladas;
  3. Ao mesmo tempo, a Inglaterra também pode agradar os fãs de natureza, já que as reservas naturais equivalem a 57% do território do Reino Unido.

E então, já escolheu onde você vai fazer seu intercâmbio de inglês?

Nem sempre é fácil escolher um único país para estudar inglês no exterior, já que existem muitas opções interessantes. Dá vontade de viajar para todos eles, não é mesmo? Mas calma aí: é preciso escolher um destino de cada vez e organizar seu intercâmbio com atenção para não trocar os pés pelas mãos.

Se precisar de ajuda, fique à vontade para se inscrever na lista de e-mails do Nós na Gringa. Por lá enviamos uma série de conteúdos gratuitos sobre intercâmbio.

Assim, você pode juntar as aulas da Step Stone com as dicas do Nós na Gringa e ter ainda mais sucesso no seu aprendizado de inglês e no seu intercâmbio. Combinado?

O que você gostaria de aprender agora?