4 regras para uma mudança de vida

4 regras para uma mudança de vida

Hoje é meu aniversário de 32 anos. 

Olhando para esse ano que passou, eu vi o quanto amadureci. 

Para entender porque, especificamente nest ano, eu cresci tanto, resolvi refletir sobre outras épocas de minha vida, nas quais eu posso, com segurança, dizer que dei saltos gigantescos interna e externamente. Períodos os quais mudaram a essência da minha identidade. Neste caso, duas situações vêm de imediato à minha mente: a separação de meus pais e a primeira vez que morei em outro país.

O que aconteceu durante esta épocas da minha vida que me fez crescer tanto?
O que foi diferente? 

NÃO FOI A IDADE.

Meus pais se separaram quando eu tinha 13 anos, eu vivi na Espanha quando tinha 19 e, hoje é meu 32° aniversário.  Eu sei que é clichê dizer que "a idade é apenas um número", mas...não é mesmo? Enquanto o passar do tempo significa o nosso crescimento físico, as experiências de vida que tivermos durante aquele período nos proporcionam crescimento espiritual, mental e intelectual.

NÃO FOI POR ESCOLHA.

Se nosso cérebro seguisse seu próprio caminho, nós, provavelmente, nunca vivenciaríamos mudanças significativas. Nosso cérebro adora seguir padrões, ele praticamente se "alimenta" disso. Ele é projetado para nos proteger e nos manter seguros. É necessário muito esforço para fazer nosso cérebro aceitar e nos ajudar a mudar; e isso é tão verdade, que a maioria das pessoas optam por não fazê-lo. 

O REAL MOTIVO FOI:

Em todas essas circunstâncias eu tive que assumir novo papéis, em situações com as quais não estava familiarizada e que me deixavam completamente desconfortável.


AS 4 REGRAS PARA UMA MUDANÇA DE VIDA

  1. Você tem que evoluir... para um
  2. novo papel e identidade... em uma
  3. situação desconhecida... na qual você se sente 
  4. total e completamente desconfortável

Este último ano definitivamente teve muitas situações pouco familiares e extremamente desconfortáveis.

  • Assumi papéis para os quais nunca fui treinada, tais como, proprietária do meu próprio negócio e personalidade on-line, tive que aprender novas habilidades que nunca imaginei que fosse precisar, como programação e web design. 
  • Deixei meu trabalho em uma universidade nos EUA para construir meu próprio negócio no Brasil, onde a cultura profissional e burocrática é significativamente diferente dos EUA, o que implica na necessidade de aprendizado de novos comportamentos e no domínio de um novo idioma. 
  • Criei um negócio on-line que, em minha opinião, é muito mais desafiador e desconfortável que qualquer mudança geográfica, cultural ou linguística, porque neste novo espaço você está pública e permanentemente exposta ao mundo inteiro. 

Foi tudo tão assustador que eu adiei por anos. Eu não consegui me ver como minha própria CEO. Sendo do meio educacional, não estava segura se eu tinha o necessário para administrar meu próprio negócio, quanto menos criar networks profissionais em um novo país e idioma. Além disso, eu não era boa em coisas como finanças e tecnologia e meu português era mais coloquial do que formal. 

Mas nesta ano que se passou eu dei o salto e, junto a uma incrível equipe, e uma forte network de suporte, construímos para você uma empresa da qual estamos orgulhosos, e criamos materiais e cursos, tanto on-line como off-line, que vão te ajudar a tornar realidade seus sonhos pessoais e profissionais. 

E agora, eu estou 100% confiante de que você não precisa ter uma personalidade específica, muito dinheiro ou anos de experiência para mudar sua vida, não importa o quanto isto possa parecer assustador ou desconfortável. 

SE EU CONSEGUI SUPERAR ESTE MEDO, VOCÊ TAMBÉM CONSEGUE. 

  • Você pode viajar se estresse e aproveitar ao máximo a viagem que você programou para as próximas férias. 
  • Você pode entrar no programa de pós-graduação na universidade estrangeira que você está de olho há meses. 
  • Você pode, finalmente, solicitar a transferência para o escritório no exterior que você vem adiando há anos. 

@@Sem desafios, não há mudanças.@@ E quando uma situação desconhecida faz com que nos sintamos desconfortáveis, ela é, com frequência, nossa maior oportunidade de crescimento.

E já que, para mim, uma das partes mais desafiadores deste último ano foi aprender a ficar confortável em frente às câmeras e produzir vídeos em português, preparei um curto vídeo com alguns erros de gravação engraçados. Eu quero que você saiba que eu entendo como é difícil se expor em outro idioma e, por isso, eu quero que você veja este vídeo com alguns dos meus erros e momentos engraçados. Se você quer dar boas risadas, este vídeo é para você.

Agora, adoraríamos ouvir o que você tem a dizer. Para você, quais são as outras regras para fazer com que uma mudança de vida e um crescimento significativo aconteçam? Como você superou o medo em situações desconfortáveis? 

Lembra-se, compartilhe o máximo possível de detalhes na sua resposta. Diversos aprendizes e professores de inglês incríveis vêm aqui toda semana para se inspirar. Seu conhecimento pode ajudar alguém a ter um significativo avanço em suas próprias lutas ao aprender inglês.

Importante: compartilhe suas opiniões e ideias diretamente nos comentários. Links para outros posts, vídeos, etc., serão excluídos, pois podem parecer spam. 

Compartilhe este post com outros estudantes de idiomas, para que possamos cometer erros e rir deles juntos. Este seria o melhor presente de aniversário que eu poderia ganhar. Vamos juntos! Let's make it count. 

O que você gostaria de aprender agora?